Pão no Bafo

Ingredientes:
– 1 kg de farinha de trigo;
– 1 colher de sopa de açúcar;
– 1 colher de sopa de sal;
– 1 ovo;
– 1/2 xícara de banha de porco;
– 1/2 litro de leite morno;
– 60 gr de fermento  biológico.

Já para o refogado, você vai  precisar de:
– 3 kg de costelinha de porco cortada em pedaços pequenos;
– 1 kg de  costelinha defumada;
– 150 gr de calabresa;
– 1 talo de alho-poró;
– 1 talo de salsão;
– 1 cebola;
– 1 cenoura;
– 3 dentes de alho;
– 1/2 copo de cerveja escura;
– 1 repolho;
– pimenta dedo de moça, alecrim, folha de louro e sal a gosto;
– raspas de limão.

Modo de fazer:
Primeiro misture o fermento com o leite morno e o açúcar. Mexa. O leite morno ajuda a ativar o fermento mais rápido. Depois, em outra vasilha, misture o trigo, os ovos, a banha. Acrescente nessa mistura o fermento e o sal.

Amasse até a massa ficar bem homogênea, desgrudando das mãos. Cubra e deixe ela crescer por pelo menos uma hora. Massa crescida faça bolinhas. Enquanto os pãezinhos descansam mais um pouco, refogue todas as carnes no azeite de oliva. Coloque uma pitada de sal e mexa.

Em seguida, adicione a cerveja e um pouco de água. Abaixe o fogo e deixe cozinhar com a panela fechada. Depois da carne cozinhas, coloque o repolho. Em cima do repolho acomode as bolinhas de pão. Tampe a panela e deixe no fogo por 40 minutos. Aí, é só saborear!

 

Deixe um comentário:

Últimas notícias

Visual Portfolio, Posts & Image Gallery for WordPress

sociobio Amazônia no Acre

Reunião na Terra Indígena Katukina-Kaxinawá em Cruzeiro do Sul, Acre, sobre o edital da alimentação escolar para povos e comunidades tradicionais.

Projeto Sociobiodiversidade Amazônica no Acre: desenvolvimento do programa nacional de alimentação escolar (PNAE) para povos indígenas e comunidades tradicionais

Date 29 setembro, 2022
Foto: Reunião na Terra Indígena Katukina-Kaxinawá em Cruzeiro do Sul, Acre, sobre o edital da alimentação escolar para povos e comunidades tradicionais....