cafe terramadresalonedelgusto

Os percursos interativos e as áreas temáticas do Terra Madre Salone del Gusto

cafe terramadresalonedelgusto

Entre 22 e 26 de setembro acontece em Turin o Terra Madre Salone del Gusto 2016. Conheça algumas ações educativas que serão realizadas com foco nos temas: a preservação da biodiversidade, as culturas das populações indígenas; povos migrantes; e ainda o mel, as abelhas e os apicultores; o peixe, a pesca e os pescadores; consumo de carne…

Temas centrais dos percursos interativos e das áreas temáticas do evento:

Indigenous Terra Madre

Parco del Valentino

886277_1044489692274505_5432294232594729779_o

Se construirmos um mapa dos pontos onde se concentra a biodiversidade no mundo, veremos que coincidem, com frequência, com os locais onde vivem os povos indígenas. A defesa da biodiversidade, portanto, deve também passar pela defesa da diversidade cultural desses povos, de seus direitos e de sua capacidade de saber e poder oferecer soluções concretas para problemas como a mudança climática. Realizado com a contribuição do FIDA e do Christensen Fund, o espaço de encontro Indigenous Terra Madre visa conscientizar o público sobre esses temas, dando espaço para que as comunidades indígenas discutam problemas e soluções comuns.

Os encontros são abertos ao público: sexta-feira, dia 23, das 14 às 16 horas; sábado, 24, e domingo, 25, das 15 às 17 horas. Em seguida, Suoni di Terra Madre apresentará espetáculos musicais.

Let it Bee

Cortile del Rettorato da Università degli Studi de Turim, via Po 17

SF0127698

O fenômeno da mortandade das abelhas está cada vez mais disseminado e preocupante. No banco dos réus, a agricultura intensiva e o uso crescente de pesticidas nos campos. Defender as abelhas e os apicultores significa defender a biodiversidade do meio ambiente e promover uma agricultura limpa. No espaço Let it Bee, você poderá entender quais os desafios enfrentados pela apicultura hoje e, por meio de palestras, debates e uma exposição, descobrir muitos segredos: como se degusta o mel? O mel é igual em todo o mundo? Você sabia que é possível criar abelhas nos terraços e nos telhados das cidades?

As palestras são abertas ao público: sábado, 24, às 14 horas; domingo, 25, às 10, 12 e 15 horas; e segunda-feira, 26, às 10 3 às 11:30. As degustações de mel serão na quinta-feira, 22, e na sexta-feira, 23, às 11:30 e às 17:30; e no sábado, 24, às 17:30. A exposição está sempre aberta.

Slow Fish

Terrazza della Società canottieri Armida, viale Virgilio 45 (Parco del Valentino)

053_Photo_

Para quase um bilhão de pessoas nos países em via de desenvolvimento, o peixe e os produtos da pesca representam a principal fonte de proteínas. Mas a sobrevivência das comunidades de pesca está ameaçada pela exploração cada vez mais ávida dos mares e dos lagos pelas indústrias, mudança climática, poluição e sistemas de gestão dos recursos que excluem os pequenos pescadores. Considerar as águas e os recursos pesqueiros como um bem comum é o foco central do espaço SlowFish, onde poderemos ouvir histórias de pesca de todo o mundo e conhecer os heróis do mar: pescadores, chefs e pesquisadores que lutam incansavelmente para promover um peixe bom, limpo e justo.

O espaço Slow Fish realiza eventos todos os dias.

Percurso Slow Meat

Parco del Valentino

446_ES_TA2.1_IM09B_Limpurg

Qual o preço da carne que está no prato? E qual seu preço verdadeiro? Você descobrirá que tudo depende do tipo de pecuária, e que a carne de um bovino de criação intensiva, industrial, pesa menos no bolso, mas pesa muito mais para o meio ambiente, o bem estar animal e até para a saúde… Ao contrário, a carne de um bovino criado de forma sustentável custa mais caro, mas é mais sustentável, saudável e saborosa. O Slow Meat fará uma comparação entre as duas viagens: a da carne industrial e a da carne sustentável, do prato ao comércio, da criação ao campo, e dará sugestões úteis para escolher.

Percurso Salve a Biodiversidade

Piazza Castello

SF0020589

Ao longo dos últimos 70 anos, perdemos os três quartos das variedades vegetais selecionadas por gerações de agricultores durante um tempo longuíssimo: 10.000 anos. Hoje, o mercado global aposta em poucas variedades comerciais, o resto vai extinguindo-se, a um ritmo assustador. Um patrimônio extraordinário de vegetais, frutas, leguminosas, raças animais, mas também pães, queijos, carnes curadas e doces que se reduz cada vez mais, deixando-nos mais pobres e frágeis.

Esse percurso dará a todos a possibilidade de descobrir o valor da biodiversidade, a importância de um solo vivo e saudável, o papel fundamental das sementes, o primeiro elo da nossa cadeia alimentar. Durante o percurso, você poderá utilizar tato e olfato, para conhecer as formas e o cheiro da biodiversidade: assim você poderá compreender a diferença entre modelos de agricultura diferentes, através de desenhos, cartazes. Você poderá ver de perto terrenos diferentes, sementes coloridas e conhecer os projetos do Slow Food para preservar e valorizar a biodiversidade: o da Arca do Gosto, as Fortalezas e as hortas.

Migrantes

Um espaço espalhado pelas ruas do bairro San Salvario (e outras)

SF0014833

A imigração é um dos temas centrais do programa do Terra Madre Salone del Gusto, onde o fenômeno será tratado com grande atenção, sendo considerado uma consequência de políticas e escolhas de pouca visão, que afetam a todos nós. É um tema que por sua própria vocação “migra” de um lugar a outro, numa cidade historicamente caracterizada pela acolhida de recém-chegados e novas culturas: em San Salvario – especialmente no centro Lombroso 16 e na Casa del quartiere –, no Mercato di Porta Palazzo e no Teatro Carignano, com debates, discussões sobre gastronomia multiétnica, espetáculos musicais e artísticos, encontros literários, visitas pela cidade, espetáculos teatrais…

Em particular, entre os diversos eventos do programa, recomendamos a palestra “Terra, conflitos e migrações. As razões de quem parte, as lutas de quem fica”, com a presença, entre os palestrantes, de Gino Strada, fundador da Emergency, Gino Strada, domingo 25, às 14 horas. Ainda no domingo, das 17:30 às 21 horas, “Soup for Syria” (um debate com a participação de Zerocalcare, além de um concerto e a degustação de uma sopa síria); os passeios do Migrantour para conhecer o maior mercado ao ar livre da Europa, todos os dias, das 10 às 12 horas (com saída da Galleria Umberto I) e os eventos do Festival da Cozinha Mediterrânea.


Os percursos interativos podem ser visitados todos os dias, das 10 às 19 horas (Slow Meat) e das 12 às 24 horas (Salve a Biodiversidade). No final de cada percurso, você poderá aprender mais sobre o Slow Food, sobre os nossos projetos e campanhas em defesa da biodiversidade e da fertilidade dos solos.

Saiba mais sobre o Terra Madre Salone del Gusto:
www.salonedelgusto.com/en/

Deixe um comentário:

Últimas notícias

Visual Portfolio, Posts & Image Gallery for WordPress