Ampliada a Comissão Brasileira da Arca do Gosto

Durante o II Terra Madre Brasil , integrantes da Comissão Brasileira da Arca do Gosto estiveram reunidos para avaliar algumas candidaturas e discutir sobre as estratégias do trabalho. Os membros da Comissão presentes avaliaram o funcionamento da mesma e chegaram a conclusão que precisavam de mais cabeças pensantes e atuantes para aprimorar o trabalho. 

Convites foram feitos e aceitos, e agora a Comissão Brasileira da Arca do Gosto tem o prazer em dar as boas vindas para seus novos integrantes:

  • Geraldo Damasceno

Biólogo formado pela Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, com mestrado e doutorado em Biologia Vegetal pela Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Professor da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul e atualmente coordenador da pós-graduação em Biologia Vegetal. Atua principalmente em programas de pesquisa e extensão que visam o conhecimento e conservação de ambientes inundáveis do Pantanal e florestas estacionais. Tem atuado junto a comunidades ribeirinhas do rio Paraguai no incentivo ao uso da flora local na alimentação e melhoria da renda (programa desenvolvido em conjunto com a ONG ECOA e o CEPPEC – Centro de Produção, Pesquisa e Capacitação do Cerrado – assentamento Andalúcia, Nioaque – MS).

  • Jerônimo Villas-Boas

Ecólogo formado pela UNESP de Rio Claro (SP) e mestre em Gerenciamento Ambiental pela Universidade Federal da Paraíba. Atua na área de ecologia aplicada, agroecologia e sistemas alternativos de produção, em especial com a cadeia produtiva das abelhas nativas sem ferrão. Pesquisa características físico-químicas e sensoriais dos produtos das abelhas, principalmente do mel, e parâmetros para seu controle de qualidade.

  • Mauricio Fonseca

Historiador, indigenista e produtor cultural. Coordenador técnico do projeto "Nhanhoty Jejy – Fortaleza do Palmito Juçara " abrangendo comunidades guarani do Litoral Norte de São Paulo e Vale do Ribeira. Coordenador Geral do Prêmio Culturas Indígenas, vinculado à Secretaria da Identidade e da Diversidade Cultural do  Ministério da Cultura, que, entre outras diversas expressões culturais, busca valorizar a culinária e os plantios tradicionais praticados há vários séculos por povos indígenas em todo o Brasil.

  • Paulo Kageyama

Professor Titular da ESALQ – Universidade de São Paulo, com Mestrado, Doutorado e Pós-Doutorado em Biodiversidade Tropical; Membro do Grupo de Experts da FAO/Roma em Conservação de Recursos Genéticos Florestais, Membro da CTNBio- Comissão Técnica Nacional de Biosseguranca deTransgênicos. Tem trabalhado com Pesquisas em Biodiversidade e com Agrobiodiversidade e Sistemas de Produção para a Agricultura Familiar.

  • Rodrigo Oliveira

Ex-estudante de Engenharia e Gestão Ambiental, largou os estudos para cuidar do negócio da família vinda do sertão de Pernambuco, um empório de produtos nordestinos em São Paulo. Formado em Gastronomia pela Univeridade Anhembi Morumbi, foi transformando a casa fundada em 1973 em um restaurante de cozinha regional sertaneja, o Mocotó , onde apresenta os sabores e tradições da sua terra de maneira moderna e criativa.

Confira a formação completa da Comissão Brasileira da Arca do Gosto

Saiba mais sobre a Arca do Gosto

Descubra quais alimentos brasileiros já estão na Arca do Gosto

Deixe um comentário:

Últimas notícias

Visual Portfolio, Posts & Image Gallery for WordPress

sociobio Amazônia no Acre

Reunião na Terra Indígena Katukina-Kaxinawá em Cruzeiro do Sul, Acre, sobre o edital da alimentação escolar para povos e comunidades tradicionais.

Projeto Sociobiodiversidade Amazônica no Acre: desenvolvimento do programa nacional de alimentação escolar (PNAE) para povos indígenas e comunidades tradicionais

Date 29 setembro, 2022
Foto: Reunião na Terra Indígena Katukina-Kaxinawá em Cruzeiro do Sul, Acre, sobre o edital da alimentação escolar para povos e comunidades tradicionais....